ACTUALIDADE

Loading...

segunda-feira, 30 de março de 2015

A historia politica eh dinamica e deve servir para alguma coisa

Ontem às 19:44 · Editado · 
Na Africa do Sul, Thabo Mbeki relancou o pais e ganhou legitimidade internacional, mas ao nivel do partido, o ANC, nao teve sucesso. No Zimbabwe, Robert Mugabe teve sucessos intra-partidarios, na ZANU, mas a sua legitimidade como governante do Estado foi posta em causa...
Em Mocambique, Joaquim Chissano foi altamente apreciado pela sua diplomacia ao nivel domestico e internacional. Mas, ao nivel intra-partidario, foi questionado. Armando Guebuza subiu ao poder com elevada legitimidade, revitalizou o partido Frelimo e, por conseguinte, valorizou os militantes. Ao nivel da gestao do Estado, granjeou simpatias domesticas e internacionais pelo desenvolvimento economico. Mas, termina com a legitimidade questionada ao nivel intra-partidario...
A historia politica eh dinamica e deve servir para alguma coisa...
  • Estevao Munguambe Já foi revelada a surpresa que o lunático sempre falava
    Ontem às 19:47 · Gosto
  • Manuel Araujo Mano Calton Cadeado! Quem com ferro mata, com ferro morre! Diz a sabedoria popular! MA
    Ontem às 19:49 · Gosto · 10
  • Mc Nota Passe E teu ponto de vista considerar que ele granjeou simpatia na Administracao Publica, a nivel domestico, tenho muitas reservas, pois os factos parece considerarem o contrario...
    Ontem às 19:49 · Gosto · 8
  • Elidio Cuco Nao concordo contigo, mas posso dar a minha vida para que digas o que pensas.
    Ontem às 20:00 · Editado · Gosto · 4
  • Ericino de Salema Este eh o Calton Cadeado que conheci ha muito...e sei que gira!
    Ontem às 19:54 · Gosto · 1
  • Calton Cadeado Mano Ericino de Salema e mano manuel Araujo! Recomendo vos que releiam muito bem o meu post. Leiam muito bem...
    Ontem às 20:04 · Gosto
  • Ilda Andre Amuge Mano calton o povo já pedia a saída dele a muitos agora em relação em granjear simpatias tenho dúvidas só se for dos g40.
    Ontem às 20:05 · Gosto · 4
  • Calton Cadeado Mano Ericino de Salema e mano manuel Araujo! Recomendo vos que releiam muito bem o meu post. Leiam muito bem...
    Ontem às 20:06 · Gosto
  • Leonel Simila Grande Calton Cadeado. . . . Andou muito sumito mano!
    Ontem às 20:06 · Gosto
  • Chinhoman Man Venhamos e convenhamos, meu amigo valorizou quem nunca contrario as suas ideias, e expurgou todo aquele que ousou criticar de peito aberto a sua Governação.
    Ontem às 20:09 · Gosto · 1
  • Elidio Cuco Mas eh verdade IIda Andre Amuge, com a queda do poeta Guebuza, o que sera do G40? kakkakakakkakakak
    Ontem às 20:10 · Editado · Gosto · 2
  • Zainadine Jamaldine Calton Cadeado, acha que termina com a legitimidade questionada só ao nivel intra partidario?
    Ontem às 20:10 · Gosto · 4
  • Xavier Jorge Uamba acabo de perceber qual é a ala de mano calton dentro da frelimo...mas assim tem sido dilema
    Ontem às 20:10 · Gosto
  • Sergio Gomes Quando Mbeki foi forçado a demitir-se pelos membros do Executive Committee em resposta a um certo descontentamento social, houve um grupo de notáveis que incluíam o então Ministro de Defesa (salvo erro) Lekota que contestou a decisão e avançou para uma alternativa em forma do COPE ( Congress of the People). Hoje muitos acreditam que pode ter sido um erro remover Mbeki nos termos em que ele foi removido e a sua popularidade dentro do ANC é suportada por uma boa parte dos membros. 

    Com tantos adjectivos que colocas em Guebuza, em um paralelismo (superior) a Mbeki e outros, é caso para esperar uma contestação a esta decisão de o remover a meio do Mandato? ? O líder da tal contestação seria Mariano Matsinha acompanhado do Secretário Geral da ACLIN, considerando o seu último pronunciamento ( os mandatos são para ser cumpridos).

    Apenas para dizer que é preciso ter uma leitura equilibrada sobre Guebuza e seu desempenho. Se ele fez tudo isso deve ter um capital político inquestionável. Para onde foi esse capital hoje? ??
  • Calton Cadeado Sergio Gomes! Pegaste um caso dentre quatro que eu apresentei. A tua pergunta eh pertinente, mas quero repetir a ultima parte do meu post. A historia eh dinamica e serve para alguma coisa...
    Ontem às 20:14 · Gosto · 1
  • Osh Macamo "Ao nível da gestão do Estado, granjeou simpatias domésticas"

    Kakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakaakakakakakakakakakakk
    Ontem às 20:15 · Gosto · 6
  • Elidio Cuco Prof. Gomes, nao acredito muito que possa haver uma contestacao, tendo em conta os numeros com que foi eleito Nyusi, eu acho que o poeta Guebuza ja nao tinha legetimidade mesmo ao nivel da ACLIN.
    Ontem às 20:19 · Gosto · 2
  • Paula Dimande Guebuza granjeou simpatias domesticas!!!!!!!!! acho que sou lunatica porque nao percebi tais simpatias
    Ontem às 20:19 · Gosto · 4
  • Eusébio A. P. Gwembe Tem razão, Calton Cadeado. Os historiadores que no futuro analiarem a nossa época, verão que foi com Guebuza que Moçambique ganhou notoriedade internacional. Foi neste tempo que foram criados os alicerces da verdadeira democracia e neste tempo nasceram as ambições desmedidas porque não é num país esgotado, mas pelo contrário num país florescente, em pleno desenvolvimento, que rebentara a Revolução. Qualquer pessoa, se tiver os olhos bem abertos, verá que o caminho que Guebuza seguiu para em menos tempo reabilitar o país foi difícil e longo.
    Ontem às 20:36 · Gosto · 2
  • Frelimo Sim Parabéns pela análise. Bem haja o povo moçambicano e ao partido Frelimo pela demonstração e ensinamento.
    Ontem às 20:48 · Gosto · 2
  • Gervasio Rufasse Ter Poder e Estar no Poder!!!!!
    Ontem às 20:59 · Gosto
  • Carlos Alberto Mosse Nao percebo ate que ponto foi legitima a subida dr Guebusa ao Poder intra-partidário.
    Ontem às 21:00 · Gosto
  • Aurelio Magalhaes Calton Cadeado, o principe de Maquiavel pode nos ajudar a prever o cenario seguinte. Chissano e Mbek optaram por ser principes amados, hoje claramente reconquistaram o capital politico a nivel partidario. os outros dois parece que optaram por ser principes temidos. O tempo nos dira se os que optaram por ser temidos para serem amados, reconquistarao a legitimidade perdida uma vez perdida a capacidade de criar o medo.
    Ontem às 21:14 · Gosto · 2
  • Calton Cadeado Aurelio Magalhaes! Este ano eu ja discuti a pergunta de Maquiavel! O Principe deve ser temido ou amado?! No entanto, a tua pergunta ainda nao esta completa sobre o futuro...
    Ontem às 21:19 · Gosto · 1
  • Gervasio Rufasse Animamo-nos por simples mudancas, mas sequer questionamo-nos do objecto, objectivo e expectivas das nossas pretensoes!
    Ontem às 21:28 · Gosto · 2
  • Latino Mc Latino Boa noite Calton Cadeado, eu estou bem de saúde e espero o mesmo do seu lado. Eu fico um pouco confuso com os destinos da nossa democracia e a construção desta República de Moçambique. Bom, eu nao estou a favor nem contra esta renúncia do presidente Guebuza,só quero deixar a seguinte opinião e questão de reflexão. Se nós lutamos pra ter um Chefe de Estado que assuma essa figura de Estado passa a repetição em que todo moçambicano independentemente da sua cor partidária o assuma como seu chefe de Estado, Porquê é que continuamos a a exigir que o presidente da república continue presidente do partido?pelo k eu saiba ha relatos de alguns países em k o presidente da República já não vai às reuniões do partido até ao fim do mandato. Temos k pensar bem no nosso formato de liderança.
    Ontem às 22:07 · Gosto · 1
  • Leonel Simila Formato de liderança! Interessante. . . .
    Ontem às 22:19 · Gosto · 1
  • Circle Langa Independentemente da observância do instrumento (estatutos) que regula o funcionamento deste organismo, FRELIMO, sempre julguei que, em última análise, o respeito pela coerência que vinha sendo seguida "falaria mais alto"!

    P.S.: Vai se materializar um
     prognóstico que fiz em 2014, em que me referia sobre a eminência de "DESEMPREGO" no seio de uma classe média e vagas em aberto para outra classe. Não é sarcasmo. A vida de muitos vai "descer do cavalo para o burro" e o mais importante é que nessa QUEDA não haja injustiça. Que cada um colha o que plantou. A LUTA CONTINUA!
    11 h · Editado · Gosto · 1
  • Dércio Alfazema Na gestão do estado o Guebuza deixou o país de rastos. O nível de endividamento, a grande corrupção esteve em alta, falta de transparência em processos publicos (Ematum, ENI) dizem que a pobreza não recuou, no IDH o país se manteve entre os 10 últimos, a intolerância foi institucionalizada, ridicularização da classe académica (G40), fomentou a clima de tensão politica militar, etc. Foi um péssimo PR. Quanto a gestão partidária o haraquiri da Matola já explica tudo. Não há espaço para meio termo a AEG...
    12 h · Gosto · 3
  • Luquenia Regina Masawo A política é assim mano Calton Cadeado...os que te dão legitimidade são os que te questionam e que em parte te destroem...
    12 h · Gosto · 1
  • Amilton Munduze Mano Calton Cadeado, vieste bem com os outros lideres, mas, na minha optica, disseste coisas das quais nao stas convicto, em relacao ao Guebas. "Ao nivel da gestao do Estado, granjeou simpatias domesticas e internacionais pelo desenvolvimento economico". Aconselho-o a trazer os indicadores de desenvolvimento economico alcancado na sua governacao pra nos deixar claros do q diz, se nao corremos o risco de defender o senso comum. A conviccao q tenho eh de que a nossa agricultura se estagnou ("base de desenvolvimento"); a educacao baixou de qualidade; a saude idem (um Medico esta pra 22 000 habitantes); O transporte regrediu (My Love voltou); O rendimento individual por ano eh dos mais baixos da regiao; a exclusao e a intolerancia passearam a sua classe (sou funcionario publico e sei o digo); O individamento externo aumentou bastante ("para obras de charme"); Nos ultimos meses o metical depreciou bastante em relacao ao dolar; Tivemos conflito armado na Zona Centro. Entre outras coisas. Sera q staras a falar do mesmo Mocambique q o meu?! So posso desejar bom trabalho ao Nyusi e aconselha-lo a ser cada vez mais humilde e aglutinador.
    10 h · Editado · Gosto · 4
  • Inocencio Monjane Com todo o respeito que lhe eh devido, o Presidente Guebuza sai pela "porta pequena" por culpa propria". Como grande visionario que eh, nao foi capaz de ler e sentir o que era a vontade nao so popular com tambem de muitos "camaradas" que, por covardia, preferiram murmurar no lugar de dizer as coisas como deviam ser. Guebuza, com tudo para deixar o poder de forma muito elegante, deixou a sua ambicao falar mais alto, criando um incomodo muito grande no seio do partido e tornando-se ele proprio em individuo indesejavel. Mas porque o mundo nao deve ser dos espertos, e ja sob muita e insuportavel pressao, vindo de todos os lados, acabou caindo com um tombo algo gigantesco para o alivio e alegria de muitos. Agora, reina a esperanca no seio desta nossa sociedade e oxala, o Presidente Nyusi, aliado a sua humildade e vontade de fazer melhor, seja mais inteligente e aprenda com os erros dos outros.
    10 h · Gosto · 2
  • Odibar Joao Lampeao Nao me parece que a sentenca "Ao nivel da gestao do Estado, granjeou simpatias domesticas e internacionais pelo desenvolvimento economico" coadune com o conceito de realidade.
    6 h · Gosto · 1
  • Fernando Chiconela Na minha opinião, não há formula para perceber a politica.
    34 min · Gosto · 1

Windows Live Messenger + Facebook