ACTUALIDADE

Loading...

sexta-feira, 6 de março de 2015

STF divulga lista de políticos envolvidos na Lava Jato

Por  | Yahoo Notícias – 1 hora 22 minutos atrás

O Supremo Tribunal Federal (STF) liberou nesta sexta-feira (6) a lista de políticos envolvidos no escândalo de corrupção da Petrobras. Os nomes são atrelados a pedidos de investigação feita por Rodrigo Janot, procurador-geral da República, com base na delação premiada do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobas Paulo Roberto da Costa.

Os pedidos de investigação em questão se referem a 54 pessoas, sendo elas autoridades e suspeitos sem prerrogativa de foro no STF. No total será pedida a abertura de 28 inquéritos, sendo que Janot já fez também sete pedidos de arquivamento por falta de provas.
Desde o início da semana o que se sabia é que os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) figuravam na lista de Janot. O procedimento, agora, prevê denúncia por parte do Ministério Público aos acusados e, finalmente, julgamento do STF com base nas denúncias feitas.
A lista está sendo liberada em partes pela assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal. Em instantes, a lista completa.

Os nomes divulgados são: 
PP
- Senador Ciro Nogueira (PI)
- Senador Benedito de Lira (AL)
- Senador Gladson Cameli (AC)
- Deputado Aguinaldo Ribeiro (PB)
- Deputado Simão Sessim (RJ)
- Deputado Nelson Meurer (PR)
- Deputado Eduardo da Fonte (PE)
- Deputado Luiz Fernando Faria (MG)
- Deputado Arthur Lira (AL)
- Deputado Dilceu Sperafico (PR)
- Deputado Jeronimo Goergen (RS)
- Deputado Sandes Júnior (GO)
- Deputado Afonso Hamm (RS)
- Deputado Missionário José Olímpio (SP)
- Deputado Lázaro Botelho (TO)
- Deputado Luis Carlos Heinze (RS)
- Deputado Renato Molling (RS)
- Deputado Renato Balestra (GO)
- Deputado Lázaro Britto (BA)
- Deputado Waldir Maranhão (MA)
- Deputado José Otávio Germano (RS)
- Ex-deputado e ex-ministro Mario Negromonte (BA)
- Ex-deputado João Pizzolatti (SC)
- Ex-deputado Pedro Corrêa (PE)
- Ex-deputado Roberto Teixeira (PE)
- Ex-deputada Aline Corrêa (SP)
- Ex-deputado Carlos Magno (RO)
- Ex-deputado e ex-vice governador João Leão (BA)
- Ex-deputado Luiz Argôlo (BA) (filiado ao Solidariedade desde 2013)
- Ex-deputado José Linhares (CE)
- Ex-deputado Pedro Henry (MT)
- Ex-deputado Vilson Covatti (RS)

PMDB
- Senador Renan Calheiros (AL), presidente do Senado
- Senador Romero Jucá (RR)
- Senador Edison Lobão (MA)
- Senador Valdir Raupp (RO)
- Deputado Eduardo Cunha (RJ), presidente da Câmara
- Deputado Aníbal Gomes (CE)
- Ex-governadora Roseana Sarney (MA)

PT
- Senadora Gleisi Hoffmann (PR)
- Senador Humberto Costa (PE)
- Senador Lindbergh Farias (RJ)
- Deputado José Mentor (SP)
- Deputado Vander Loubet (MS)
- Ex-deputado Cândido Vaccarezza (SP)

PSDB
- Senador Antonio Anastasia (MG)

PTB
- Senador Fernando Collor (AL)

Por qual motivo cada um dos citados será investigado

Renan Calheiros, Aníbal Ferreira Gomes - Instauração
Rosaena Sarney e Edison Lobão - instauração de inquérito e diligências
João Alberto Pizzolati Jr. - instauração de inquérito e diligências
Renan Calheiros e Aníbal Gomes - instauração de inquérito e diligências
Lindbergh Farias - instauração de inquérito e diligências
Vander Loubert, Cândido Vacarezza - instauração de inquérito e diligências
Gleisi Hoffman - instauração de inquérito e diligências
Humberto Costa - instauração de inquérito e diligências
Simão Sessim - instauração de inquérito e diligências
Arthur Cezar Pererira de Lira e Benedito de Lira - instauração de inquérito e diligências
Arthur Cezar Pereira de Lira e Benedito de Lira - instauração de inquérito e diligências
José Mentor - instauração de inquérito e diligências
Edison Lobão - instauração de inquérito e diligências
Eduardo Cunha - instauração de inquérito e diligências
José Otávio Gemrmano, Luis Fernando Ramos Faria - instauração de inquérito e diligências
João Alberto Pizzlati e Roberto Sérgio Ribeiro Coutinho Teixeira - instauração de inquérito e diligências
João Alberto Pizzolati Jr - instauração de inquérito e diligências
Nelson Meurer - instauração de inquérito e diligências
Eduardo Henrique da Fonte e Ciro Nogueira Lima Filho - instauração de inquérito sobre Eduardo e arquivamento em relação a Ciro
Agnaldo Veloso Borges Ribeiro, Aline Corrêa, Aníbal Ferreira Gomes, Arthur César Perreira de Lira, Carlos Magno Ramos, Ciro Nogueira, Dilceu Sperafico, Eduardo Henrique da Fonte, Gladson de Lima Cameli, Gerônimo Pizzoloto, João Alberto PIzzolati Jr., João Felipe de Sousa Leão, João Luís Argôlo Filho, João Sandes Júnior, José Afonso Han, José Linhares da Ponte, José Olypio Silveira Moraes, José Otávio Germano, José Renan Vasconcelos Calheiros, Lázaro Botelho Martins, Luís Fernando Ramos Faria, Mário Negromonte, Nelson Meurer, Pedro da Silva Corrêa, Pedro Henry, Renato Mole, Roberto Ferreira de Brito, Roberto Sérgio Ribeiro, Romero Jucá, Simão Sessim, Valdir Raupp de Mattos, Vilson Luis Covatti, Valdir Maranhão Cardoso - instauração de inquérito e diligências
Antônio Palocci Filho - remessa dos autos ao juízo de origem
Valdir Raupp de Mattos - instauração de inquérito e diligências
Fernando Collor de Mello - deferiu diligencias
Antonio Augusto Anastasia, também inquérito aberto por PF e encaminhado para cá - deferiu diligência

ARQUIVADOS
Delcídio do Amaral Gomes
Romero Jucá
Alexandre José dos Santos
Henrique Eduardo Alves
Aécio Neves

REMESSA 

Cândido Vacarezza - remessa dos autos a origem
Pizzolati Jr. Pedro Corrêa - remessa dos autos ao TRF -1
Ciro Nogueira Filho, Agnaldo Veloso Borges Ribeiro - arquivado e remessa de documentos ao STJ
Cândido Vacarezza - remessa dos autos a origem
 

Suspeito de violação morto por multidão em fúria

Internacional


  
 
SOL |
 
06/03/2015 21:24:32
    
O objectivo das pessoas que formaram este motim era enforcar Syed Farid Khan 
Imojen I Jamir/AP
Suspeito de violação morto por multidão em fúria
Um homem, suspeito de ter violado uma menina, foi morto por uma multidão, na quinta-feira, em Dimapur (Índia).
As autoridades tentaram dispersar a multidão com gás lacrimogéneo e balas de borracha
Milhares de pessoas invadiram a prisão onde o suspeito estava detido. Syed Farid Khan, de 35 anos, oriundo do Bangladesh foi despido, espancado, apedrejado, amarrado a uma mota e arrastado, cerca de seis quilómetros, pelas ruas da cidade, refere oIndependent.
O objectivo das pessoas que formaram este motim era enforcar o bengali, que não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer. Foi depois pendurado numa emblemática torre de relógio da cidade - onde era suposto ter sido enforcado - e vários homens à volta registaram o acontecimento em fotografias.
As autoridades tentaram dispersar a multidão com gás lacrimogéneo e balas de borracha, causando um morto e 20 feridos. Alguns dos manifestantes eram estudantes, que usavam o uniforme da escola.
Apesar de a polícia ter afirmado que não usou balas verdadeira, a vítima mortal, de 25 anos, apresentava dois ferimentos de bala no peito.
A tensão tem vindo a aumentar nos últimos dias, com vários protestos na cidade. Na quarta-feira, as autoridades proibiram a aglomeração de pessoas, mas essa ordem não foi respeitada. No dia seguinte, milhares de pessoas foram até à Câmara exigir a remoção dos vistos de trabalho de bengalis muçulmanos, antes de se deslocarem à prisão.
Nos últimos anos, tem-se assistido a vários protestos contra violações na Índia, mas este assassinato está também ligado à emigração de bengalis na região.

MALAWI QUER NAVEGABILIDADE DOS RIOS ZAMBEZE E CHIRE

A garantia, segundo escreve a Rádio Moçambique (RM), emissora pública, foi dada pelo Ministro dos Transportes e Obras Públicas, Francis Kasaila.

O governante malawiano reiterou que Moçambique e Zâmbia são os principais parceiros deste projecto, que está dependente do estudo de impacto ambiental, como pré-condição para os passos subsequentes.
O estudo vai fornecer elementos para se determinar se a navegabilidade dos rios Chire e Zambeze é viável ou não do ponto de vista ambiental.
Francis Kasaila disse que as partes envolvidas no projecto deverão analisar as propostas dos consultores para que seja tomada uma decisão definitiva.
A estratégia dos malawianos é tornar navegáveis os rios Chire e Zambeze para o transporte fluvial das suas importações e exportações, até ao porto de Chinde, numa distância de 240 quilómetros.O governo de Lilongwe acha que esta via poderá baixar o custo dos produtos em 60 por cento.
Malawi é um país sem acesso directo ao mar, facto que contribui significativamente para o elevado custo dos bens e serviços, sobretudo os produtos petrolíferos.
De acordo com as obrigações internacionais, Moçambique deve facilitar o acesso ao mar aos países do hiterland.

Desde 2010, o projecto fluvial Chire-Zambeze não tem vindo a registar progressos muito por culpa do Malawi que pretendia navegar os dois cursos da água sem a realização do estudo de impacto ambiental, conforme vem estipulado no Memorando de Entendimento assinado com Moçambique.
O presidente do Malawi, Peter Mutharika, assegurou que todos os projectos desenhados durante a administração do seu falecido irmão, Bingu wa Mutharika, seriam retomados, incluindo a navegabilidade do Chire e Zambeze.
Como parte desta iniciativa, o governo do Malawi construiu o porto de Nsanje, avaliado em 20 milhões de dólares norte-americanos, e inaugurado em Outubro de 2010, mas até agora está inoperacional.
FF
AIM – 06.03.2015

Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples

A vírgula é um dos elementos que causam mais confusão na língua portuguesa. Pouca gente sabe ao certo onde deve e onde não deve usá-la. O motivo disso é bem simples: sempre nos ensinaram do jeito errado!
Você deve lembrar da sua professora falandocoisas como “a vírgula é usada para indicar pausa”, “prestem atenção em como vocês falam, quando tiver pausa, usem vírgula”. Isso é besteira, pois cada um de nós fala de um jeito diferente, usa pausas diferentes e, basicamente, decide como quer falar.
Mas não podemos simplesmente decidir onde vai e onde não vai vírgula. Ela tem poder demais para ser arbitrária. Quer ver o poder da vírgula? Assista esse vídeo:
Viu como a vírgula é importante?
Pois bem, existem algumas regras para o uso da vírgula, e elas são baseadas na gramática. Deu medo, né? Calma, o meu objetivo aqui é mastigar a gramática pra que você não estrague seus dentes ;-)

1. Use a vírgula para separar elementos que você poderia listar

Veja esta frase:
João Maria Ricardo Pedro e Augusto foram almoçar.
Note que os nomes das pessoas poderiam ser separados em uma lista:
Foram almoçar:
  • João
  • Maria
  • Ricardo
  • Pedro
  • Augusto
Isso significa que devem ser separados por vírgula na frase original:
João, Maria, Ricardo, Pedro e Augusto foram almoçar.
Note que antes de “e Augusto” não vai vírgula. Como regra geral, não se usa vírgula antes de “e”. Há um caso específico que eu explico daqui a pouco. Um outro exemplo:
A sua fronte, a sua boca, o seu riso, as suas lágrimas, enchem-lhe a voz de formas e de cores… (Teixeira de Pascoaes)

2. Use a vírgula para separar explicações que estão no meio da frase

Explicações que interrompem a frase são mudanças de pensamento e devem ser separadas por vírgula. Exemplos:
Mário, o moço que traz o pão, não veio hoje.
Dá-se uma explicação sobre quem é Mário. Se tivéssemos que classificar sintaticamente o trecho, seria umaposto.
Eu e você, que somos amigos, não devemos brigar.
O trecho destacado explica algo sobre “Eu e você”, portanto deve vir entre vírgulas. A classificação do trecho seria oração adjetiva explicativa.

3. Use a vírgula para separar o lugar, o tempo ou o modo que vier no início da frase.

Quando um tipo específico de expressão — aquela que indica tempo, lugar, modo e outros — iniciar a frase, usa-se vírgula. Em outras palavras, separa-se o adjunto adverbial antecipado. Exemplos:
Lá fora, o sol está de rachar!
“Lá fora” é uma expressão que indica “lugar”. Um adjunto adverbial de lugar.
Semana passada, todos vieram jantar aqui em casa.
“Semana passada” indica tempo. Adjunto adverbial de tempo.
De um modo geral, não gostamos de pessoas estranhas.
“De um modo geral” é sinônimo de “geralmente”, adjunto adverbial de modo, por isso vai vírgula.

4. Use a vírgula para separar orações independentes

Orações independentes são aquelas que têm sentido, mesmo estando fora do texto. Nós já vimos um tipo dessas, que são as orações coordenadas assindéticas, mas também há outros casos. Vamos ver os exemplos:
Acendeu um cigarro, cruzou as pernas, estalou as unhas, demorou o olhar em Mana Maria. (A. de Alcântara Machado)
Nesse exemplo, cada vírgula separa uma oração independente. Elas são coordenadas assindéticas.
Eu gosto muito de chocolatemas não posso comer para não engordar.
Eu gosto muito de chocolate, porém não posso comer para não engordar.
Eu gosto muito de chocolate, contudo não posso comer para não engordar.
Eu gosto muito de chocolate, no entanto não posso comer para não engordar.
Eu gosto muito de chocolate, entretanto não posso comer para não engordar.
Eu gosto muito de chocolate, todavia não posso comer para não engordar.
Capiche? Antes de todas essas palavras aí, chamadas de conjunções adversativas, vai vírgula. Pra quem gosta de saber os nomes (se é que tem alguém), elas se chamam orações coordenadas sindéticas adversativas. (medo!)
Agora só faltam mais duas coisinhas:

Quando se usa vírgula antes de “e”?

Vimos aí em cima que, como regra geral, não se usa vírgula antes de “e”. Tem só um caso em que vai vírgula, que é quando a frase depois do “e” fala de uma pessoa, coisa, ou objeto (sujeito) diferente da que vem antes dele. Assim:
O sol já ia fraco, e a tarde era amena. (Graça Aranha)
Note que a primeira frase fala do sol, enquanto a segunda fala da tarde. Os sujeitos são diferentes. Portanto, usamos vírgula. Outro exemplo:
A mulher morreu, e cada um dos filhos procurou o seu destino (F. Namora)
Mesmo caso, a primeira oração diz respeito à mulher, a segunda aos filhos.

Existem casos em que a vírgula é opcional?

Existe um caso. Lembra do item 3, aí em cima? Se a expressão de tempo, modo, lugar etc. não for uma expressão, mas sim uma palavra só, então a vírgula é facultativa. Vai depender do sentido, do ritmo, da velocidade que você quer dar para a frase. Exemplos:
Depois vamos sair para jantar.
Depois, vamos sair para jantar.
Geralmente gosto de almoçar no shopping.
Geralmente, gosto de almoçar no shopping.
Semana passada, todos vieram jantar aqui em casa.
Semana passada todos vieram jantar aqui em casa.
Note que esse último é o mesmo exemplo do item 3. Vê como sem a vírgula a frase também fica correta? Mesmo não sendo apenas uma palavra, dificilmente algum professor dará errado se você omitir a vírgula.

Não se usa a vírgula!

Com as regras acima, pode ter certeza de que você vai acertar 99% dos casos em que precisará da vírgula. Um erro muito comum que vejo é gente separando sujeito e predicado com vírgulaIsso é errado, e você pode ser preso se for pego usando!
Jeito errado:
João, gosta de comer batatas.
Alice, Maria e Luíza, querem ir para a escola amanhã.
Jeito certo:
João gosta de comer batatas.
Alice, Maria e Luíza querem ir para a escola amanhã.

Exercício sobre vírgula e pontuação

O seu Alfredo estava já no fim da vida e escreveu seu testamento. Infelizmente, ele esqueceu da pontuação, e o texto ficou assim:
Deixo minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres
Reescreva o testamento 4 vezes, de forma que em cada uma delas você deve dar a herança pra alguém diferente. Você pode usar qualquer sinal de pontuação, mas não pode mudar as palavras.
É um exercício legal e tem várias formas de resolver. Escrevam suas tentativas aí nos comentários.
Você gostou deste post?
 
Baixar grátis PDF de 1 página - Anatomia da Dissertação 

304 respostas

  • André HP
    Muito legal as dicas, esse site é muito bom mesmo!
    Eu fiz o exercício mentalmente, bem simples e interessante… A vírgula nessa questão de apreensão de sentido é imprescindível.
    Forte Abraço!
  • rosangela
    Estudei ,bastante espero não ter errado o uso da virgula na frase.
    um abraço
  • Angela NadjaBerg Ceschim Oiticica
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais pagarei, a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • rosangela
    Emprego da virgula
    usa-se virgula para separar
    1.termos que possui a mesma função sintática;
    2 o vocativo
    3.o aposto
    4.os topônios nas datas e nos endereços
    5.os elementos entre os quais houve elipse
    6 .adjuntos adverbiais ou conjunção que precise realçar;
    7adjunto adverbial quando vier deslocado
    8certas expressões explicativasoração cordenadas sindéticas,exceto as aditivas devido,e;
    oração subordinadas adverbiais
    orações intercaladas
    motivo estilistico9polissíndento0
    Fuicisne,e lirio,e aguia,ecatedral
    frorbela.espanca.
    estudando,ok
  • sara
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não ,à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho , não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • sara
    Deixo minha fortuna ,a meu sobrinho , não à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • Patrícia
    Deixo minha fortuna a: meu sobrinho. Não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não. À minha irmã jamais. Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres
    Deixo minha fortuna. A meu sobrinho não. À minha irmã jamais. Pagarei a conta do alfaiate, nada. Aos pobres.
  • Vilma
    É certo colocar vírgula antes de com?
    Só um reparo: não seria certo “daqui a pouco”?
  • Patrícia
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não! À minha irmã? Jamais! Pagarei a conta do alfaiate? Nada! Aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho. Não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaite. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não! À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaite. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não! À minha irmã? Jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
  • Patrícia
    Amei esse modo de aprender a usar virgulas,muito bom.
  • thaiza canceglieri
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais pagarei, a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Lidiane
    Adorei as dicas sobre vírgulas, vou treinar para não errar mais.
  • Lidiane
    É correto empregar a vírgula da seguinte forma?
    Deixo minha fortuna, á meu sobrinho não, á minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate , nada aos pobres.
  • wallas
    1-deixo minha fortuna,a meu sobrinho ,naum a minha irma,jamais pagarei a conta do alfaiate,nada aos pobres.
    2-deixo a minha fortuna,a meu sobrinho não,a minha irma jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres.
    3-deixo a minha fortuna a meu sobrinho não,a minha irma,jamais,pagarei a conta do alfaiate,nada aos pobres
    4-deixo a minha fortuna a meu sobrinho nao,a minha irma jamais pagarei,a conta do alfaiate nada,aos pobres
  • Marcio Pereira
    Deixo minha fortuna,a meu sobrinho,não a minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate,nada aos pobres.
  • thais
    Deixo a minha fortuna,a meu sobrinho,não a minha irmã ,jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna ,a meu sobrinho não a minha irmã ,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho, não a minha irmã ,jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna ,a meu sobrinho não aminha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate .
  • Joel Medeiros
    Gostei muito do exerc´cicio sobre a vírgula, agora é possível me passar a forma correta do texto que era para escrever 4 vezes empregando a vírgula? quero ver se acertei. Pode me passar a forma correta? Obrigado! Se tiver mais macetes de outras coisas de português fico muito agradecido. Um grande abraço.
  • Meire
    Menino!!!!
    Adorei as dicas…
  • Cássia
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • frirley
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não a minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não a minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não a minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho, não a minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não a minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • deysiane macedo
    acho q a galeria ai de cima não entendeu o exercicio…
    é para dá a fortuna para diferentes pessoas.Eles estão só repetindo a frase!
  • taynara
    achei muito legal poís, vai me ajudar muito na prova.
  • Patricia Lannes
    Gostei bastante. Explicação clara e objetiva!
  • maria
    mas como fica a colocação certa da virgula
  • Xysbella
    Deixo minha fortuna: a meu sobrinho… não, á minha irmã… jamais, paregarei a conta do alfaiate… nada. Aos pobre!
  • luba
    gostaria que tivesse alguns exercícios.
  • Francielle
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais pagarei, a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Elizabeth
    Muito interressante este site, dando dicas.
    Estava aqui redigindo um texo e o meu noivo percebeu que tinha um erro, aliás vários na colocação da vírgula!
    Muito agradecida pela breve explição!
  • Jessica Faryniuk
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Sobrinho
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Irma
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Alfaite
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
    Pobres
  • graziella
    Poxa, muito boa a explicação.
    Parabéns e obrigada!
  • Matheus xD
    Muito Bom! :D
  • carlos
    muito legal as dicas
  • Jardeson
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada, aos pobres.
  • Berenice
    1) Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não a minha irmã.
    Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    2) Deixo minha fortuna a minha irmã, não a meu sobrinho.
    Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    3) Deixo minha fortuna ao alfaiate, não a meu sobrinho e minha irmã.
    Jamais pagarei a conta, nada aos pobres.
    4) Deixo minha fortuna aos pobres, não ao meu sobrinho e minha irmã.
    Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • Felipe Trotivan
    Bom, nunca gostei de ler e escrever. Hoje tenho 22 anos , sinto perdido no mundo de hoje , tenho muitas dificuldades com a língua portuguesa, tenho até vergonha de escrever cartinhas de amor para minha namorada ,ela já está deslumbrada comigo de tanto eu te amo que escrevo, pq disso ,tenho a certeza que estou escrevendo certo, jovens de 14 até 18 anos, escute seus pais e preste atenção na aula. Pq a leitura em si, abre as portas do mercado de trabalho , boa aula a todos ..
  • dri
    deixo minha fortuna a meu sobrinho, não a minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaite, nada aos pobres.
    deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, a minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaite, nada aos pobres.
    deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, a minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaite, nada aos pobres.
    deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, a minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaite nada, aos pobres.
  • Gabriela
    Parabenss e muitoo obrigadoo peloss exemplos Fofinho
    beijoss ate maixx
  • Renata
    Nossa esclareceu tudoo!
    Ótima explicação.
    valeu!
    bjooo!
  • GUIOMAR DA SILVA
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho nao ,a minha irmã ,jamais pagarei a conta ,do alfaite nada ,aos pobres .
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho ,nao ,a minha irmã ,jamais pagarei a conta do alfaite ,nada aos pobres .
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho nao ,a minha irmã ,jamais pagarei a conta do alfaite ,nada aos pobres .
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho ,nao a minha irmã ,jamais ,pagarei a conta do alfaite ,nada aos pobres .
  • Marcela
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não,à minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais,pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não,à minha irmã jamais,pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Deixo minha fortuna a meu sobrinho; não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não, à minha irmã! Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não. À minha irmã? Jamais. Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não. À minha irmã? Jamais. Pagarei a conta do alfaiate? Nada. Aos pobres.
  • Juliana Almeida
    Então Profº quais são as quatro formas corretas de pontuar esta frase??????
  • CLEIDE CAVALHEIRO
    Deixo,mina fortuna a meu sobrinos não a minha irmã,pagarei a conta do alfaiate.Nada aos pobres
  • Edmilsom
    Muito boa dica, gostei. Tenho outra frase para se colocar a virgula:
    MARIA TOMOU BANHO PORQUE SUA MAE DISSE ELA ME DA A TOALHA.
    colocar duas virgulas e um ponto para que a frase tenha sentido.
  • Janice Ferreira de Carvalho
    Adorei! Era tudo que eu estava procurando! Abraços, Janice.
  • Germano Neto
    Deixo minha furtuna a meu sobrinho. Não à minha! jamais, pagarei a conta do alfaiaite. Nada aos pobre.
  • hellen
    o texto é muito interessante. acho que completei minha pesquisa de português. adorei!!!! abraços hellen karen.
  • bruno
    parem com essa historia
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não,à minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais,pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não,à minha irmã jamais,pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Lêda
    Amei as explicações.
    bjs,
    Lêda
  • Adérito
    Muito bom artigo. Gostei, estudei e aprendi bastante.
    força ai e mantenha-me atualizado.
  • Diego
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres
  • camila
    Muito bom. Acho que, não aprendi, mas vou aprender.
    \o
  • Andressa
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho,não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate.Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho?Não!À minha irmã.Jamais pagarei a conta do alfaiate.Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho?Não! À minha irmã?Jamais! Pagarei a conta do alfaiate.Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho?Não! À minha irmã?Jamais! Pagarei a conta do alfaiate?Nada! Aos pobres.
    Adorei a sua explicação.É realmente, muito boa.
  • Pedro Romualdo
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não a minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, a minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, a minha irmã, jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, a minha irmã, jamais, pagarei a conta do alfaiatre, nada, aos pobres.
  • xXxLuCkxXx
    1) Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não a minha irmã.
    Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    2) Deixo minha fortuna a minha irmã, não a meu sobrinho.
    Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    3) Deixo minha fortuna ao alfaiate, não a meu sobrinho e minha irmã.
    Jamais pagarei a conta, nada aos pobres.
    4) Deixo minha fortuna aos pobres, não ao meu sobrinho e minha irmã.
    Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • Andre Luiz Cunha
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho, não `à minha irmã.Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho? Não. À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho? Não. À minha irmã? Jamais. Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna a meu sobrinho? Não. À minha irmã ? Jamais.Pagarei a conta do alfaiate? Nada. Aos pobres.
  • Solange
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • lucas
    olá!
    Na frase “…o Cadê o Revisor? –, fez uma tabela… ” (mencionada no sitehttp://www.portuguesfacil.net/guia-regras-uso-hifen/comment-page-1#comment-570) há um hífen antes da virgula. Alguem sabe esplicar isso? Qual o uso correto de ” -, “? Desde já obrigado!
  • Mariana
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho,não à minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã,jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres
  • Paula roberta
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres
  • Paula roberta
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não á minha irmã, jamais pagarie a conta do alfaiate,nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, á minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate,aos pobres nada.
  • Magal
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho e não à minha irmã. Jamais, deixo de pagar a conta do alfaiate e aos pobres que trabalham para mim.
    Sem mais para o momento.
  • Pâmela
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não! À minha irmã? Jamais! Pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais! Pagarei a conta do alfaiate,nada aos pobres
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate nada! Aos pobres.
    rs’ tá errado mas enfim,como seria a frase corretamente?
    Gostei das dicas =D
  • Cátia Mara
    Amei a forma simples e divertida de suas explicações!
  • SHIRLEY DA SILVA MIRANDA
    Adorei! Era tudo que eu estava procurando .
  • Frase pontuada: “Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.”
  • João Marcos
    Gostei mto das suas dicas, os livros que eu achei aqui em casa não explicam direito, então resolvi procurar na Internet e achei esse ótimo site.
    Mto obrigado!
  • elder
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei, a conta do alfaiate nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres.
  • Clodolado Caveça
    Adorei as explicações, bem objetivas.
  • Bruna Melo
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres
    Creio eu que a frase seja assim, porém não tenho certeza.
    O site e as dicas são ótimas!
  • Jeferson Fagundes
    Deixo minha fortuna à meu sobrinho, a minha irmã, não! Jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo a minha fortuna aos pobres. Jamais, à meu sobrinho! Minha irmã, nada! Não pagarei a conta do alfaiate!
    Deixo a minha fortuna aos pobres?… Não! À meu sobrinho?… Jamais! Pagarei a conta do alfaiate?… Nada! Minha irmã!!!
    Não deixo nada aos pobres, à minha irmã, sobrinho…. Jamais!!! A fortuna,… pagarei a minha conta do alfaiate!
  • Daniel K.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã; jamais pagarei a conta do alfaiate; nada aos pobres.
  • lucina maia
    Nossa! Abriu-me os olhos para responder uma prova de concurso que fiz e não conseguia ver a solução.
  • Pedrinho
    Sobrinho – deixo a minha fortuna ameu sobrinho ,não a minha irmã , jamais pagarei a conta do alfaiate , nada aos pobres
    Irmã – deixo a minha fortuna a meu sobrinho? ,não! a minha irmã . jamais pagarei a conta do alfaiate , nada aos pobres
    Alfaiate – deixo a minha fortuna a meu sobrinho? ,não! a minha irmã ?jamais !pagarei a conta do alfaiate , nada aos pobres
    Pobres – deixo a minha fortuna a meu sobrinho? ,não! a minha irmã ?jamais !pagarei a conta do alfaiate ?nada!aos pobres =)
    Cada qual poderia ganhar a herança do jeito que botasse a vígula .
  • Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate, nada, Aos pobres.
  • Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate, nada! Aos pobres.
  • Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não. À minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Tiago
    Deixo minha fortuna. À meu sobrinho não. À minha irmã jamais. Pagarei a conta do alfaiate nada. Aos pobres.
    Deixo minha fortuna à meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, à meu sobrinho não, à minha irmã. jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, à meu sobrinho não, à minha irmã jamais. Pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • Luciana Crespo
    Gostaria de saber se estas vírgulas foram colocadas corretamente :
    “quem não quiser ir na van, por favor, me avise!”
    Aguardo retorno
    obrigada
  • Rosana Carneiro
    Deixo, minha fortuna a meu sobrinho não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres
  • Cleonice Silva
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho, não a minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada os pobres.
  • Renato
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não ,à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho , não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
  • Marcelo Macedo
    Pontuação da frase
    Opção 1:
    Deixo minha fortuna… A meu sobrinho não, à minha irmã jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres
    Opção 2:
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? Não. À minha irmã? jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Opção 1:
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres!
    Opção 1:
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não, à minha irmã! Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres!
    Opção 1:
    Deixo minha fortuna. A meu sobrinho? Não! À minha irmã? jamais! Pagarei a conta do alfaiate? Nada! Aos pobres!
  • joao jose
    exelente site vocês deveriam postar mais coisas sobre mais assuntos tenho certeza q seriam de muita serventia pra mais pessoas inclusive pra mim que irei fazer uma prova amnhã
  • Erico Sengik
    Gostei, mas continuei com minha dúvida.
    Em um título de tese, ou artigo, uso vírgula.
    Por exemplo: EFEITO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA EM CAPIM MOMBAÇA, E NA DIGESTIBILIDADE EM GADO DE LEITE
  • Gilvan
    Confesso que não sou muito bom em português, mas faço aqui uma pequena observação. No item que se fala: João gosta de comer batatas. E se eu perguntasse se João gosta de comer batatas, como ficaria? Será que seria assim: João,(você) gosta de comer batatas?
    Fico grato pela resposta. Gilvan
  • veronice
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Bruno
    Parabéns! O site é ótimo.Confesso que não sabia quase nada a respeito do uso correto da vírgula,mas com essas explicações já estou mais confiante em usá-la.
  • Edielson Jean
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho; não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate; nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho? não; à minha irmã? jamais! Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna. A meu sobrinho, não; à minha irmã, jamais! Pagarei a conta do alfaiate? nada! Aos pobres.
    Deixo minha fortuna. A meu sobrinho? não, à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate; nada aos pobres.
  • Erica
    Muito bom, estou escrevendo minha monografia, fui ler que catastrofe. Não lembrava mais como utilizar a virgula. Ao final de uma citação não existia mais ar. Obrigado
  • Caroline
    Parabéns! Muito boa a explicação! Ajudou muito!!!!
  • Helson
    Obrigado por contribuir com seu conhecimento. :)
    Os internautas agradecem.
  • Edna
    Adorei o texto.
  • Felipe
    Muito boa a iniciativa do Site.
    Vou falar pra vocês que a tal da virgula sempre foi uma pedra no meu sapato.
    rsrs
    abraço a todos!
  • kathlyn
    Poxa , Gente isoo e ajudou muito , pois vou ter que fala em sala , quando pode e não pode usar virgula . Para amanhã , e isso será bem diicio mesmo .
    abraços a todos !
  • José Antônio Dias da Silva
    Valeu pela ajuda, foi um excelente auxiílio à correção redacional.
  • patricia
    Por favor, gostaria de entender melhoe este caso:
    LCD pra mamãe ficar ligada na copa, é na americana (uma loja, por exemplo).
    esta vírgula está correta?
    obrigada aí pela atenção!
  • Mônica Lívia Moreira Santos
    Na frase:”Oi Bella me manda um email por favor” Como devo pontuar?
  • andre zacarias
    Jogo de vírgulas
    a frase é essa…
    Se o homem soubesse o valor que tem a mulher ficaria de joelhos.
  • andre zacarias
    Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, ficaria de joelhos. [1]
    Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher ficaria de joelhos. [2]
  • É muito dificil pois, quando agente aprende érrado, dificilmente você esquece o erro pra consertar.
  • Ótimas dicas!
    Agora, uma pegadinha sobre pontuação. Para encontrar a única solução com sentido, use apenas um ponto e duas vírgulas.
    “MARIA TOMA BANHO PORQUE SUA MÃE DISSE ELA PEGUE A TOALHA.”
    Resposta:
    “Maria toma banho porque sua. Mãe, disse ela, pegue a toalha.”
    =)
  • Ops! A condição para solucionar o problema “MARIA TOMA BANHO PORQUE SUA MÃE DISSE ELA PEGUE A TOALHA”, na verdade, é o uso de dois pontos e duas vírgulas.
  • jadilson
    achei muito divertido a forma de se explicar. parabéns!
  • Ubirajara Nogueira
    Uma forma excelente de instruir. Parabéns!
  • Acássio Veríssimo Costa
    Muito bom o post sobre o uso da vírgula.Preciso analisar direitinho,pois quero usá-lo por demais.Nunca tinha encontrado explicações tão simples e lógicas.Parabéns!
  • agnaldo
    gostei muito das dicas, o uso da vírgula é muito difícil
  • Jesus Aguiar
    Muito boa a explicação. Parabéns.
  • ivanildo f. do nascimento
    Essas informações são de alta contribuição para quem procura escrever corretamente.
    Parabéns e muito obrigado!!!!!!!!!!!
  • FERNANDA
    Apartir de hoje, minhas redaçoes sao outras.=]
    Obrigada.
  • Márcia Nascimento
    Gostei muito da clareza da explicação sobre as virgulas, fiz faculdade tem um tempo, e agora deu pra lembrar super bem.
  • ivanacio
    muito boa a aula sobre virgulas gostei muito
  • Maria Angélica Abrão
    ‘ …apresentou o nome de João como candidato a eleição…”
    a eleição tem crase?
  • dezinho
    muit interesante, vou começar a praticar mais!
  • Edson
    Olá !
    Gostei muito, me ajudou bastente.
    Pessoal, eu estava muito confuso assistia e procurava direto algum site que me ajudasse a achar o meu problema( vírgula), você me ajudaram, mas ainda estou treinando, pois tenho muitas dificuldade com isto.
    Obrigado !
  • Joh
    o site é maravilhoso..to até com medo de usar vírgula aqui…rsr
  • Carine
    Tenho hoje uma prova na faculdade sobre gramática, suas dicas irão me ajudar na hora que eu estiver respondendo a parte sobre vírgulas!
    Seria interessante se você postasse dicas sobre o uso da crase!
  • rhayane
    gostei do jeito de ensnar,eu aprendi bastante
  • aline
    Adorei essa metodologia!
  • suzana
    Adorei as dicas eu vôu ter prova sobre isso e me ajudou muito!!
  • Gabriella Lourenço
    Adorei , muito bom e essas dicas são muito boas e do jeito que entendemos…
  • Cleide
    Achei muito bom, essa forma de trabalhar no blog com as respostas postadas pelos internautas.
  • olha eu nao entendi mais tenho um trabalho vcs podem me ajudar entrem em contato com migo o mais rapido
    tenho q acentuar esta frase com virgulavejamos a frase é!!
    No centro da mesa um imenso peru.
    ence se acetua a virgula me ajudem tem q ser rapido…
  • Júnior Florindo
    Parabéns!!!!! pela forma simples e eficiente…
  • KETI
    adorei.
    bjos
  • Marcos Gabriel
    Adorei as dicas eu vôu ter prova sobre isso e me ajudou muito!!o site é maravilhoso..
  • tonn
    josielyta… meu deus… tudo isso foi de proposito né?
  • Roberto
    Como o assunto é sobre o uso da vírgula achei interessante reescrever o testamento apenas utilizando-a.
    1º) Deixo a minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    2º) Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    3º) Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    4º) Deixo a minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres
  • Paulo
    Já vi que muitos ainda apanham da vírgula. Gente, não se usa espaço entre a vírgula e a palavra que a precede, nem tampouco se deixa de usar espaço. O correto é palavra + vírgula + espaço + próxima palavra. Outra coisa: tem gente que coloca reticências em todo canto (coisa de internetês). A reticencia hoje é a nova vírgula, é?
  • Fabíola
    Muito bom, seu diálogo com o leitor é inspirador.
  • leila pedreira
    Rapaz, realmente, meus dentes não doeram nada mesmo. Uma explicação excelente e ainda mastigadinha? Bom d+ p/ ser verdade. Vou te dizer viu, sou péssima em ortografia e pontuação, eu acho que assassinei todas as aulas de português, mas agora to disposta a correr atrás do prejuízo. Valeu pela aula, vou praticar daqui pra frente, pra ver se eu passo em alguma prova >
  • vanessa
    Esse site salvou a minha aula, obrigada pelas dicas
  • Anderson
    Nota 10! Objetivo e simples.
  • mialq
    Deixo minha fortuna, a meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate nada aos pobres.
    Aprendi bastante como utilizar a vírgula.
    Valeu!!
  • katia
    Gostei muito das dicas.Se puder gostaria de receber a resposta dessa questão.
    Obrigada!
  • eu
    Rosangela disse, mas não explicou.
    Excelente essa aula. Nem nas aulas da faculdade esse assunto foi tão claro. Tá de parabéns o autor
  • Aline
    Olá tenho muita dificuldade na lingua portuguesa,então gostarias de várias dicas,como posso conseguir?
  • Thayná
    Adorei as dicas . Vlw ajudou bastante!!
    >.<
  • Jorge
    No exercício a seguir, queria entender se é o seu (meu) Alfredo, ou o Sr. Alfredo? “O seu Alfredo estava já no fim da vida e escreveu seu testamento. Infelizmente, ele esqueceu da pontuação, e o texto ficou assim:”
  • Marise
    Muito bom!
    Fiquei feliz , com suas explicações.
    Será que acertei?
  • Amanda
    Olá! Tenho uma dúvida:
    Quando vou iniciar um recado, carta, email, como devo pontuar a saudação?
    Bom dia Fulano! ou
    Bom dia, Fulano!
    e
    Fulano bom dia! ou
    Fulano, bom dia!
    Obrigada!
  • Hyrra
    Nossa!Me ajudou bastante,obrigada.
  • Maria do Santos G. Moraes
    Adorei o exercício.
  • Fique satisfeita com este vasto material.
    Obrigada.
    Graça.
  • Fernanda
    Aaaaaaaaaaaaaaaameeei demais o vídeo, muito bonita a voz.. Muito obr. pela explicação e informações! Muito grats :)
  • Maria Helena
    Gstei muito,mais ainda nao deu pra entender muito bem.Talveiz seja porque eu ja tenha parado de estudar por muito tempo,mais valeu ajudou bastante.
  • Andreia
    Tenho muita dificuldade em pontuação ,gostaria que me enviasse alguns exemplos claros para que eu possa aprender.
  • Aléxia
    Nossa, gostei muito desse post, organizado e explicado. Parabéns!
  • renan
    Amanda o correto é separar: Bom dia, fulano. / Fulano, bom dia.
  • cristiano gomes dos santos
    muito bom !ótimo!
    aprendi agora como usar a vírgula.
    simples e prático
  • paula
    amei essas explicações,foi demais
  • luana
    Adorei as dicas,minha professora não esplica tão bem como vc!
    eu aprendi muito com vc!
  • Clara Vivas Soares
    Boa tarde!!
    Por favor, estou com uma dúvida, quando a palavra está no final da linha e precisa de vírgula, usa-se vírgula normalmente ou não.
    Obrigada!!
  • Thomas clementino sales de lima
    Eu fiquei surpreso com esse site, achei que ele não ia me ajudar muito, mas eu me enganei. Em relação ao exercício, eu o fiz mentalmente, ele é muito simples e divertido de fazê-lo. Parabéns pelo o site e obrigado por ter tirado as minhas dúvidas.
  • Irene
    Adorei as dicas. Agora, quero mais, quero saber como usar o porque com ou sem circunflexo e mais, as novas regras ortográficas
    Grande abraço
  • Me explica, como é que alguém consegue escrever esplica no comentário acima depois de todas essas dicas ?
  • Márcia Caetano
    Gostaria de saber se é um erro usar a vírgula no seguinte caso: ” No início do ano haverá, certamente, distribuição das listas.” Qual regra justifica ou não esse caso?
  • Rosario de Maria Figueredo
    Voces oferecem curso de portugues em DVD?
  • Gostei muito, mas existem outros casos mais complexos para se usar a vírgula! Poderia dar mais algumas?
  • Claudia Rosa
    Muito bom. Sou otima com numeros, mas tenho muita dificuldade com textos. estou aprendendo bastante com os artigos que vejo aqui.
  • Everton
    Gostei muito da explanação. entretanto, gostaria de acrescentar que há uma outra situação em que colocamos vírgula antes do “e”:
    Se o “e” for equivalente às conjunções mas, porém, contudo, todavia, indicando adversidade entre as orações.
    Exemplo:
    Eu gosto muito de chocolate, e não posso comer para não engordar.
  • FLORISMAR ALMEIDA LOBO
    Gostei muito do assunto, gostaria de receber mais infomações sobre o assunto.
  • Daniel
    Usar vírgula é realmente complicado, mas com essas explicações ficou menos difícil.
    escrevam mais sobre o uso da vírgula.
    Abraços!
  • ANa
    Adorei as explicacoes parabens
    numa linguagem mas aluno do que professor foi bem mas facil compreender
  • luzia eleis almeida
    amei as dicas,aprendi bastante.Obrigada!
  • Valdir da Silva Madureira
    Maravilha, deu pra aprender
    Deixo a minha fortuna,ao meu sobrinho não,a minha irmã jamais,pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • Estela Ferreira
    Nossa muito interessante esse exercício.
  • charles
    Realmente, esse site mudou toda minha concepção de que a virgula servia apenas para separar pequenas pausas no texto
  • Dalton Cantuaria Sadala
    Gostei muito das dicas deste site, porem só com estes pequenos exemplos não sera o suficiente para eu dominar a escrita de nossa lingua portuguesa. Tenho que treinar mais a gramática e redação.
    Creio que muitas pessoas terminem o 2º grau e encontram muita dificuldades. Assim como eu.
  • Flavia Renata
    Amei. As dicas serão ótimas para a aula que terei que dar sobre pontuação.
    Obrigada.
  • Aline
    Muito obrigada!!!
    Me ajudaram bastante.
  • Ana
    Gostei muito das dicas.Depois dessa aula,farei uma boa prova!
  • sônia Maria
    Contribuiu bastante as dicas, pois tanto tempo sem estudar , atualmente estou em um curso de capacitação e estou cheia de duvidas. Jesus te abeçoi sempre.
  • Priscila
    Adorei as dicas ,são otimas e simples.
  • acacio j alves
    Valeu estou retornando aos estudos
  • Patrícia Pereira
    Puxa, que legal seu blog. Sempre gostei de português, mas nunca tive muita facilidade com pontuação e ortografia, suas dicas estão me ajudando bastante. Obrigada!
  • cristina
    Gostei muito da explanação. entretanto, gostaria de acrescentar que há uma outra situação em que colocamos vírgula antes do “e”:
    Se o “e” for equivalente às conjunções mas, porém, contudo, todavia, indicando adversidade entre as orações.
    Exemplo:
    Eu gosto muito de chocolate, e não posso comer para não engordar.
    ……………………………………
    o “e” nunca é equivalente a essas conjunções. Essas conjunções são insubstítuíveis e as únicas que se pode usar para indicar adversidade entre as orações.
    por exemplo, pode dizer:
    O Pedro adora viajar no Verão, mas este ano não tem dinheiro suficiente para a viagem.
    O Pedro adora viajar no Verão,embora este ano não tenha dinheiro suficiente para a viagem.
    e não:
    O Pedro adora viajar no Verão, e este ano não tem dinheiro suficiente para a viagem.
    porque o e, é para acrescentar adjectivos, e acrescentar frases que ajudem a explicar a mesma ideia ( continuidade das ideias), e não para dizer uma caracteristica e depois acrescentar uma adversa.
    O Pedro adora viajar no Verão, e este ano vai para Berlim.
  • Amanda
    Adorei essas dicas ,mas não conseguir tirar todas
    as minhas, vou continuar tentando até conseguir fazer
    um texto correto.
  • Liria
    Sempre tive dificuldades com virgula, e tenho medo de coloca-la. Vou ter que treinar muito.
  • Roberson Antunes
    È correto colocar virgula nesse caso: foi vencedora do “I Concurso Nacional para Jóvenes Arpistas”, e o “Concurso Anual de Ejecutantes de Conservatório Provincial de Córdoba”, ganhou prêmios no “I Concurso Latinoamericano de Arpas”, e o “Concurso Nacional de Arpistas de La Scala de San Telmo” de Buenos Aires, Argentina.
  • Gabriela
    Adorei o texto explicativo sobre vírgula,sempre foi minha dúvida!
    – Dúvida: (risos)
    Um toque especial em seu evento com gostinho de chocolate!
    Um toque especial em seu evento, com gostinho de chocolate!
  • Muito bom! Me ajudou bastante…
  • marione
    aprendir muito nesse site… obrigada!
  • maya
    amei o site!
  • Bruno
    Obrigado, regras simples e objetivas. Muito bom.
  • Gabriela
    Adorei o texto!!!! Muito bom!!!
  • Rita Costa
    Tenho dificuldade em usar a vírgula, mas sei o quanto ela é importante na escrita.
    Depois que abrir este site, entendi melhor o emprego da vírgula.
    Espero ter empregado corretamente neste comentário, a tal da d. vírgula.
    Amo muito a d. vírgula.
    Mas percebo que nem sempre sou correspondida.
    Rita Costa
    Em: 24/05/11
  • Caroline
    Amei este site!!!
    Tenho uma prova na próxima semana e o uso da vírgula estava me matando…rsrs
  • Hilda Mendes
    Muito bom!!
  • carlinhos
    muito bom mesmo esse site vai me ajuda mto nos meus estudos
  • Max Santos
    Ótimo!!!
    Até que enfim as dúvidas se foram.
  • JORGE CÂMARA
    Incrível o site!
    Para nós, professores de Língua Portuguesa, é uma ajuda sensacional.
  • luany
    Adorei este website vou recomendar para todos
  • Eraldo Cézar
    Parabéns,me ajudou muito ter entrado neste site….
    mandem mais assuntos interessantes, sou um estudioso da gramática.
  • Eraldo Cézar
    Valeu, obrigado pelas informações sobre a vírgula.
  • Adorei essa dicas, conseguir tirar,quase todas minhas dúvidas,mas
    continuarei tentando.
  • Oi!!!! Adorei mesmo esse site!!! Parabéns! Continuem assim, afinal, é sempre bom estudantes (por exemplo) terem onde pesquisar assuntos duvidosos que podem se multiplicar dia após dia em sua vida. Se continuarem assim, com certeza receberão muitas gratificações além das que já tem!
    Obrigada mesmo!
    Beijos! Tchau!
    P. S.: Vale como dica aos estudantes e outros interessados acessar e se cadastrar no meu blog (www.blogsoestudo.blogspot.com). É um blog (chamado “Só Estudo”) onde trocamos informações e múltiplos saberes vindos apenas de fontes confiáveis (como esse site, por exemplo), com direito a palpite, revisão e muito mais! Espero vocês lá! Novamente, obrigada!
  • Luan B. Mello
    Pow foi legal esse post ,é de coisas assim que precisamos
  • Eliana Maria Alves Braga
    Gostei muito deste site.A forma que usaram para explicar foi ótima,mas tive apenas uma dúvida no item do uso de vírgula antes do “e”.
    Assim:
    São sujeitos diferentes.Portanto,usamos vírgula.
    Poderia trocar o ponto pela vírgula?Agradeço desde já.Abraços
  • Tatiana Rocha
    Penso que estejam faltando mais regras não?
    Os vocativos, também são “separados” pela acentuação,ou seja, pela vírgula.
    EX: Meninos, faltaram algumas regras para o aprendizado.
    Antes de algumas conjunções (: portanto, logo, pois, como, mas, e, embora, porque, entretanto, nem, quando, ora, que, porém, todavia, quer, contudo, seja, conforme) também se usam vírgulas, mas eu não sei a regra.
  • Nathália Soares
    Nossa, você me ajudou muito.
    Gostaria q você me tirasse uma dúvida: Quais as funções do ponto e vírgula (;)?
    Obrigada.
  • Élisson
    O site é otimo, muito bem explicativo,.
    Agradeço, pois, tenho uma noção de como se usa a virgula agora.
  • amanda letícia
    Esse site me surpreendeu muito!
    Dessa vez eu realmente aprendi.
    Obrigada.
  • Dyene
    Muito legal este site
    Ele me ajudou muito no meu curso Militar
    Muito obrigada
  • Finalmente, virgulas sem enrolação.
  • Ismael
    Legal! Gostei das explicações, muito obrigado!
    Um forte abraço!
  • karla
    muiito boom , a dorei a explicação , estou tentando arender a usar a vírgula á anos e nunca consegui , e agora jé tenho mais ou menos uma noção de onde usa-lá . Muito bom mesmo =)
  • leila
    Parabéns!! esse site está me ajudando bastante.
  • Sônia
    Muito legal mesmo , gostei da leveza com que ensina, obrigada !
  • Ayara
    Muito bom o site !
    Tudo bastante detalhado
  • REGIANI
    Muito bom, esse texto da Herança é muito legal, já passei para meus alunos colocar as vírgulas.
  • Cenir A. C. Silva
    Gostei da forma simplificada de explicar o uso da vírgula. Parabéns!
  • Ana Carolina
    Gosteii muito dessa explicação. Se meu professor falasse assim eu ate que ia gostar de portugues!
  • Carla
    Adorei, muito bom!
  • Edison P. Filho
    É errado por virgula antes de depois das conjunções adversativas ?
    Por exemplo:
    Gosto muito de chocolate, mas, não posso comer muito para não engordar.
  • Marcelo silva
    Muito legal, as dicas sobre o uso da vírgula é um importante tema.
  • wanderleis
    Foi de muita importância esses exemplos ,pois consegui ter uma noção sobre a virgula.
  • Claudia Mendes
    As explicações estão bem sintéticas e objetivas que é e de extrema importancia para aprender ou reforçarmos os nossos conhecimentos sobre a senhora Vírgula.
    obrigada pleas dicas!
  • Claudia Mendes
    Errata: Obrigada pelas dicas, OK.
  • Marley
    Cara to no 9°ano e minha prof passou esse exercício, muito legal =D
  • nair
    A frase “Antes de imprimir pense no meio ambiente” se encaixaria na regra onde a vírgula não é obrigatória, apenas opcional?
  • Cléo
    Com certeza, Ctrl D + Enter! O site tem dicas, simples e eficientes!
  • Júnia
    Me sentindo um aposto, pois estou absolutamente entre vírgulas, quero agradecer pelas dicas imprescindíveis ao meu crescimento no assunto (vírgula). Valeu muita coisa pra eu derrotar mais esse fantasma do idioma que me persegue há muito tempo. Valeu uma terapia! rsrsr abraços!
  • Felipe Sá
    Deixo minha fortuna. A meu sobrinho, não a minha irmã. Jamais Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Bom tarde, você poderia me ajudar? Não consigo identificar as palavras L e U, ÃO e M, M e N, SS e Z.
  • cristiane
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã, jamais pagarei a conta do alfaiate ,nada aos pobres.
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais, pagarei a conta do alfaiate, nada aos pobres
    Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais ,pagarei a conta do alfaiate nada, aos pobres.
  • S. Júnior
    Com certeza, Ctrl D + Enter! O site tem dicas, simples e eficientes! #Cléo
  • Jordy Santos
    Muito legal, parabéns a todos os criadores deste site, me ajudou bastante com essas dicas.
  • Daisy
    Parabéns!
  • lukas
    Muito bom. Ajudou muito, gostei do video muito legal. Vlw.
  • Ednea Costa - RJ
    O Lucas, fez uma observação ali acima:
    “# lucas Disse:
    27 setembro de 2009 as 10:57
    olá!
    Na frase “…o Cadê o Revisor? –, fez uma tabela… ” (mencionada no sitehttp://www.portuguesfacil.net/guia-regras-uso-hifen/comment-page-1#comment-570) há um hífen antes da virgula. Alguem sabe esplicar isso? Qual o uso correto de ” -, “? Desde já obrigado!”
    Acredito que o hífen seja apenas para não “misturar” um assunto no outro, mas sem deixar de colocá-lo no texto porque seria muito válido aos que ainda não o tinham visto. A vírgula deu continuação ao que a escritora estava dizendo anteriormente. Além do mais, se você unir a primeira e a última frase, dá uma terceira (tenta só). Se você copiar e colar num documento de Word, vai ver que fica certinho. Entendeu?
  • André Luis
    Gostei desse site…
    Parabéns pelo trabalho realizado aqui
  • Edineide
    Muito legal, mas estou com preguiça de escrever tudo isso. Também tenho muita dificuldade em usar a vigula, mas me ajudou um pouco. Bj a todos.
  • gabriella.A
    pocha, adorei .Eu estava com dificuldade mais já esta na minha cabeçinha td vlw wntendi td.
  • justino josé
    gostei e vou continuar estudando.
  • Adorei.
    Estava muito confusa, não sabia a onde usar as virgulas, me perdia em textos, mensagens e conversas. Abraços!
  • Professor,
    no item ‘não se usa vírgula’, ao final, você alerta: “Isso é errado, e você pode ser preso se for pego usando!” Qual é a explicação para o uso dessa vírgula que você coloca entre ‘errado’ e ‘e’? Não entendo que se encaixe na exceção pontuada sobre o suposto único caso de uso de vírgula antes do ‘e’ (quando se trata de ideia diferente da mencionada no período anterior”. Aguardo sua contribuição.Ludmila
  • Neilane
    Estou muito agradecida pela forca dada aqui neste site. Sorry, vivo há 16 anos na Alemanha e tinha esquecido de muita coisa. No inicio do meu trabalho como tradutora vi que preciso refrescar muitas licoes na nossa gramática… Valeu tôsuper feliz !!! abracos fortes rsrsrsrsrsr de Odentahl
  • carolina borges
    Poxa, nao sei oque aconteceu comigo estudei tanto e perdi a nocao do meu portugues nao to sabendo escrever direito.
  • Paulo Alves
    Adorei estas dicas sobre o emprego da vírgula. Estou escrevendo muito ultimamente, no meu blog, e preciso muito aprender o português correto.
    ah… e me desculpe pelos erros.
  • Paulo Alves
    Aproveite, e dê uma espiada lá no blog da TURMA DO GUARANÁ.
    É uma leitura pra crianças e jovens, muito divertida.
    http://guaranaeturma.blogspot.com
    Valeu.
  • Gika
    Muito bom o site !!!
    foi muito útil para mim
  • guilherme
    muito bom , era isso mesmo q eu tava procurando :-D
  • Henrique
    Muito, muito, muito, muito, Bom mesmo! hehehe… acho q aprendi :P rsrs’
  • Aprendi muito com o texto, obrigada!
  • Carlos
    Este site é ótimo!!!
  • Juliana Martini
    Muito obrigada pelas dicas.
  • gesilda vasconcelos
    acho muito bom esta dinamica o aluno aprende mais rapido
  • elo
    As orações adversativas não tem que ficar isoladas?
  • Mário
    pode não parecer, mas a virgula é muito importante. É verdade que nos ensinaram a usá-la como sinal de pausa, portanto com estas dicas vou procurar exercitar mais. disse nos exemplos, que não se usa “,” antes de “e”, portanto eu já li em varios documentos “e” entre virgulas ex: ,e, o que se pode dizer disso?
  • Fernando Miranda da Silva
    Muito Obrigdo pela dica ,tirei minhas dúvidas.
  • Roberth
    Adorei as dicas, além de, ajudar-me nas lições de casa.
    Está certo minha colocação?
    abraços !!!
  • Mbanza Manuel
    Muitissímo obrigado pelo artigo sobre o uso da virgula. Valeu!
  • Obrigado pelas dicas, continue assim!
    Paz, luz e sabedoria!
  • nogueira
    Gostei muito dessas dicas. Parabéns!!!
  • Paula
    Oi, amei as dicas!
    Estou sempre procurando melhorar meus conhecimentos…
  • Laura Petri
    Oi Prof. André,
    Achei muito interessante o artigo, tirou algumas dúvidas que eu sempre tive em relação ao uso da vírgula.
    Tenho mais uma dúvida. Devo usar a vírgula nas seguintes frases?
    – Esse cinto é muito bonito. Bem, não tão bonito quanto o que eu estou usando.
    – Prefiro o meu cachorro ao meu gato. SIm, cachorros são meus preferidos.
    Se você puder me responda por email.
    Obrigada
  • Fernanda
    Fiquei com duvida sobre virgula antes e depois de que. Existe alguma regra nesses casos?
  • jane
    Ola prof. Andre,
    Tenho uma duvida se puder me ajudar, desde ja fico grata pela atenção..
    Estou na duvida com uma frase que é separda por uma virgula
    A frase ‘ DA BOCA PARA FORA , PAI ”
    A virgula que separa é por Vocativo ou Adjunto Adverbial ,ou em qual oração ela se encontra.
    Se puder me responder por e-mail.
    Obrigada
  • LUCILENE FERREIRA
    Fiquei maravilhada,fantástico!!!O raciocínio é o mesmo para todos os comentários.Então professor,seria possível nos dizer qual é a forma adequada de pontuação?Ou fica a critério da intenção do autor da frase,nesse caso,de todos que postaram? Outra dúvida…nesse comentário,empreguei à vírgula no lugar certo,a crase usada está correta?Suas dicas são maravilhosas,adorei esse site!Aceito correção,se possível em todo esse comentário,vai me ajudar muitíssimo!obrigada!
  • Alicia Laila
    Peço para um professor de português, colocar as quatro frase, para que
    posso apreender colocar á vírgula corretamente.
    estou estudando bastante texto mas, tenho dificuldade na colocação de vírgula
  • Lucena
    Gostei muito das dicas. Vao ajudar-me muito a desenvolver o meu portugues, e assim, das minhas colegas tambem. Espero ter usado bm as virgulas!
  • gabriela
    muito interesante!!!:)
    gostei muito!
  • Vinicius David
    Muito boa a explicação, vai me ajudar muito!
  • cilanio
    As conjunções adversativas não devem possuir vírgula depois delas, para isolá-la?
  • ELSILENEOLIVEIRA
    Como tenho manias de esquecer de pontuar os textos,você me ajudou muito com suas dicas espero errar menos.obrigada.
    posso usar vigula nessa frase. Quando menos esperava,ali estava o rapaz, me olhando fixo da janela. está certo ?
  • Ronny
    olá, no caso do exemplo dado na explicação acima, a ultima virgula nao está separando o sujeito do predicado?
    ” A sua fronte, a sua boca, o seu riso, as suas lágrimas, enchem-lhe a voz de formas e de cores… ”(Teixeira de Pascoaes)
  • priscila
    Nossa, explicou muito bem..
    Vc foi muito claro!!
  • Silvana
    Muito fácil compreender o uso da virgula com esta esplicação. Parabéns!!!
  • claudiana
    amei as dicas. queria q vc mandasse dicas por e-mail, se der agradeço
  • Vagner
    Ao Sobrinho: Deixo minha fortuna a meu sobrinho, não à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    À irmã: Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã. Jamais pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
    Ao alfaiate: Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais. Pagarei a conta do alfaiate. Nada aos pobles.
    Aos pobres: Deixo minha fortuna a meu sobrinho não, à minha irmã jamais pagarei. A conta do alfaiate nada. Aos pobres.
  • Alexandre Del Grande
    Olá, autor e leitores.
    Falaste muitas coisas sobre a vírgula e esqueceste de mencionar o caso do aposto, algo do qual poucos sabem.
  • Alexandre Del Grande
    Olá, Laura Petri.
    – Esse cinto é muito bonito. Bem, não tão bonito quanto o que eu estou usando.
    – Prefiro o meu cachorro ao meu gato. SIm, cachorros são meus preferidos.
    Ambas asserções estão corretas.
    Há um advérbio de modo iniciando a oração e precedido de um advérbio de negação. Entre os dois termos, podes sim colocar duas vírgulas, pois como eu disse, há um advérbio iniciando a parte escrita.
    Na segunda, fizeste uma boa concordância verbal do verbo “preferir”, algo de que poucos sabem. A vírgula está bem colocada também, porquanto há a presença de um advérbio de afirmação iniciando uma oração.
  • Alexandre Del Grande
    Corrigindo o que eu mencionei no meu primeiro post, é vocativo, não aposto.
  • Romilda Gomes
    Eu sempre tive , dúvidas com sobre esse assunto .Mas agora acho que vai melhorar.
  • Romilda Gomes
    Amei esse assunto, obrigado!
  • Dayana
    Adorei as dicas !
  • Victor José
    Alguém poderia me explicar qual é a diferença entre o “este” e o “esse” e o “isto” e o “isso”?
  • Renato
    Me mande dicas,de como usar virgulas,em textos .
    Obrigado
  • Susicleide Maria
    Olá, eu amei esse site, mas ainda tenho alguma dúvidas. Irei salvar este site em meus favoritos.
    O texto escrito acima está correto?
  • VALDIRENE
    Parabéns à todos!
    Ótimas explicações sobre o emprego da vírgula, pois sempre tive dúvidas e vocês me ajudaram à sanar, algumas delas.
  • ernani cardoso da costa
    Muito bom o modo de usar a virgula esto ficando bom em usar corretamente a virgula
  • Jony
    Gostei bastante do site de vocês me ajudou em algumas duvidas que tinha, mas meu português ainda precisa de muita ajuda hehehe, obrigado
  • Getulio Ferreira dos Santos
    Excelente, teorias fáceis de compreender. Aquele exercício da vírgula em que cada um quer herdar a herança, é um exelente exercício para sala de aula, para testar a capacidade de raciocício dos alunos.Ótimo
  • LU
    Parabéns pelo post de utilidade pública! Muito bom mesmo!
    Só fiquei com uma dúvida: sobre o uso da vírgula antes do ‘e’, ela também não se aplica à regra 2, de explicação?
    Ex.: Todos foram à festa, menos Maria, que quis ficar em casa, e Ana, que precisava estudar.
    Sanando essa dúvida, vou me sentir uma expert! ;)
    Obrigada!
  • Liliane
    Maravilhoso.
  • P
    Grande explicação!
  • JOAO RIBEIRO BARROS JUNIOR
    caro professor,
    Fiquei com dúvidas na regra usada para para vírgulas antes do “e”.
    Nestas frases as viŕgulas estão corretas? Favor explicar por que.
    ================================
    a) Maria, e o gato fugiram para o quintal.
    b) João, e Maria viajaram ontem.
    c) Explicações que interrompem a frase são mudanças de pensamento e devem ser separas por vírgulas.
    (por que nesta frase não há vírgula antes do “e”?
    Favor enviar mais alguns exemplos.
    Aguardo seu contato.
  • Faltou falar dos casos onde aparece o e, e a quando há mais de um e.
  • eu adorei as dicas com isso posso aprimorar o minha pontuação muito obrigada!
  • Franklin Matos
    Parabéns Prof André Gazola ,muito legal a sua explicação ,nota 10 pra você
  • Yasmin
    Essa minha última frase: “Fortuna deixada para a conta do Alfaiate” tinha crase nesse “a” antes de conta não é?
    Também estou aprendendo a aplicar o uso da crase. Obrigada pelas dicas valiosas!
  • Ana Paula
    Olá, passei para agradecer pelas dicas, agora não terei tanto medo ao escrever mensagens para meus amigos, professores e seguidores do facebook.
    bjus
  • Eu adorei! Nunca tinha prestado atençao,
    o quanto a virgula è importante.
    Uma virgula colocada no lugar errado, por falta de atençao, pode trazer alguns maus entendidos.
    Amei, amei.
    Bjs
  • jardel souza basilio
    Oi boa tarde, atraves de você, estou passando a gostar da lingua portuguêsa.
    Onde encrotro seus livros de gramatica no rio de jenairo?
  • Cintia
    Olá prof. André, gostaria de saber sobre o uso da virgula em perguntas. Por exemplo na frase:
    – Está na hora de dormir. Não acha, Maria?
    Está certo o modo como usei a virgula?
  • Ludymylla Silva
    Este site é maravilhoso! Parabéns aos professores.
  • Alexandre
    Finalmente, depois de mais de 30 anos, aprendi!!!!
  • richard
    rapaz,nunca vi uma explicação tão perfeita como essa. cara,você fez oque nem os melhores cursinhos
    fizeram,ensinar.enchen a cabeça da gente de muitas regras que não levam a nada.
    só confundem a gente.meu querido,muuuuuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiito obrigado.voc~e é 10,quer dizer,1000.
  • Bianca Santiago
    Este site foi de grande ajuda.
  • Cleidi Vicente
    Otima forma de ensinar o uso da virgula, só agora que pude aprender.
    Obrigada
  • jhony
    valeu ajudou muito, o senso de uso da virgula explicado dessa maneira torna bem mais fácil a a compreensão, obrigado.
  • Maria
    Estou preparando p/o concurso,mas adorei esse site,pois aprendi bastante o emprego da virgula.Obrigada.Mto bom.
  • Augusto Torreal
    Há também aquela velha historieta do comandante de uma nau de guerra que, durante um período de beligerância, fundeado na baía em frente à cidade, solicitou de seus superiores uma decisão quanto a canhonear o burgo e recebeu a seguinte resposta, transcrita em caixa alta por um telegrafista tão apavorado, coitado, que esqueceu as imprescindíveis vírgulas: “NÃO ARRASE A CIDADE NÃO TENHA PIEDADE” . E deu-se a “melódia”.

Windows Live Messenger + Facebook